26 de setembro de 2009

Será que você realmente tem motivos para ficar triste?

OFERECER - Alanis Morissette

quem

quem sou eu para me sentir triste?

olhe para minha família e minha sorte

olhe para meus amigos e minha casa

quem

quem sou eu para me sentir enfraquecida?

quem sou eu para me sentir esgotada?

olhe para minha saúde e dinheiro

e aonde aonde eu vou para sentir-me bem?

por que ainda procuro fora de mim?

claramente já vi que não vai funcionar

é minha ambição continuar quando não sou capaz?

é meu trabalho ser uma exímia altruísta?

e minha generosidade foi interrompidapor isso, meu senso de dever de oferecere por que por que eu me sinto tão ingrata?

eu que estou muito além da sobrevivência

eu que vejo a vida como uma ostra

é minha ambição continuar quando não sou capaz?

é meu trabalho ser uma exímia altruísta?

minha generosidade me faz impotente

por isso, meu senso de dever de oferecer

e como

como eu ouso descansar sobre meus louros?

como eu ouso ignorar uma mão estendida?

como eu ouso ignorar um país de terceiro mundo?

é minha ambição continuar quando não sou capaz?

é meu trabalho ser uma exímia altruísta?

e minha generosidade foi interrompida

por isso, meu senso de dever de oferecer

quem

quem sou eu para me sentir triste?

video

6 comentários:

  1. Não somos tão ingratos assim!! O problema é que somos ignorantes mesmo!! Não conhecemos nada da vida, nos recusamos a por em prática as lições que a professora Dona Vida nos passa!!

    PObres crianças que somos!! Crianças estúpidas, perdendo a inocência tão cedo, aprebdebo a reinvindicar ao que não temos direito, pelo que nada fazemos para merecer!!

    Crianças estúpidas que somos, que matamos todos os dias nossa Mãe-Terra, que a faemos sofrer, permitindo que irmãos nossos matem outros irmãos nossos indefesos (animais em extinção)!!

    Não temos o direito de reclamar, mas reclamamos, porque crianças estúpidas, como nós, quando não temos pelo que reclamar, e não temos, incomodamos mais e mais!!

    Bjs Juliana!!

    ResponderExcluir
  2. Vim lhe visitar amiga Juliana e te deixar uma palavrinha:
    O dia inteiro é uma rotina que se debulha.
    O pensamento causa a surpresa que fecunda o inesperado.
    Acontecem coisas deslumbrantes na mesmice de cada dia.
    A vida é uma caixinha de surpresa ...
    Só se dá bem quem não se assusta com o que tem dentro!
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  3. A poema tem razão não temos motivo para ficar triste ou desanimado, o mais importante já temos que é a vida o resto somos nós mesmos que construímos.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Saudações!
    Amiga,
    Que Poema Belíssimo!
    Continua em profundas tristezas, Ti lamentas e serás arremessado ao balaio do anonimato...O importante é viver, não importa de que maneira!
    Parabéns pelo lindo post!
    Abraços!
    LISON.

    ResponderExcluir
  5. Ótima leitura para começar a semana!
    Obrigado,
    Questionadora

    ResponderExcluir
  6. Ju, depois de ouvir 3 vezes, assistir mil vezes, enviar para quem eu gosto e sei que é sensível... somos felizes, mesmo não sendo ricos, nem tendo tudo que queríamos. Eu sempre agradeço a Deus a minha cama para dormir, a comida que dou à minha filha, pq não cato lixos... e tenho familia e amigos...

    ResponderExcluir